Uma mosca pousa na comida – e agora?

0 27

Não tem nada melhor que almoçar em família num domingo, com aquela carne assada, maionese e macarrão com variados tipos de molho, não é? Mas sabe aquele momento em que aparece aquela mosquinha chata que fica voando ao seu redor e, do nada pousa dentro do seu prato? Pois é, nesse momento dá até raiva não é verdade? Porém, é de costume só espantar a mosca e continuar comendo, afinal, o que há de errado?

Cuidado! Muitas pessoas fazem isso sem saber o perigo que estão correndo ao digerir a comida tocada por essa mosca. Quer dizer, o problema não é bem a mosca, mas sim, aonde fora seus últimos pousos, pois, normalmente, encontramos esses insetos em lugares sujos como lixões, sobre os restos de animais, etc.

Espanta ou joga a comida dessa colher fora?

Além de transportar toda essa sujeira em seu corpo, principalmente, em suas patas (pesquisas indicam que esses insetos carregam em torno de 200 tipos de bactérias em seu corpo de um lugar para o outro), ao pousar em qualquer coisa que possa alimentá-lo, ele vomita uma espécie de enzima para conseguir sugar o líquido que a comida solta, já que eles não possuem dentes e, ainda, podem defecar e deixar seus rastros no alimento. Agora pense em tudo isso indo parar no seu estômago.

A pesquisa realizada na Universidade da Flórida, concluiu que, há relações entre os mosquitos e o surgimento de doenças, e essa descoberta ocorreu ao observar que, os mesmos mosquitos que voavam em lixeiras, apareciam nos restaurantes da cidade.

O grupo que desenvolveu essa pesquisa explicou que, as pessoas adultas saudáveis combatem melhor e quase todas essas bactérias transmitidas pelos insetos. No entanto, idosos, crianças, gestantes e pacientes em tratamento clínico possuem uma dificuldade bem maior.

Ainda de acordo com o especialista Ron Harrison, esses insetos não precisam pousar por muito tempo na comida. Basta 1 ou 2 segundos de pouso, para que eles transfiram esses excrementos para você através do seu próprio alimento. A partir disso, você está correndo o risco de adquirir cólera, intoxicação alimentar, diarreia, e até tuberculose.

Então, qual é a solução?

Não há a necessidade de você jogar o seu prato de comida fora, até porque ainda, há milhares de pessoas no mundo que dariam tudo para comer esse prato mesmo que infectado. Portanto, retire de dentro do seu prato a parte qual foi tocado pelo mosquito e um pouco aos arredores desse local, e evite, claro, que ele retorne ao seu prato.

Contudo, a precaução deve ir além do seu prato de comida. Mantenha o seu ambiente de alimentos (cozinha, churrasqueira) sempre limpo e livre dessas “doenças voadoras”, através de inseticidas e limpeza constante do ambiente, retire o lixo doméstico diariamente e, novamente, não coma a comida tocada por eles. E caso a digestão do alimento contaminado seja inevitável, procure ajuda médica para evitar sérias complicações.

Receba as nossas postagens por e-mail. É grátis.
Junte-se aos mais de 25.000 outros assinantes
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: