Você já ouviu uma música que lhe deu calafrios e fez com que os cabelos nos seus braços se levantassem? Bem, se esta é uma sensação familiar para você, você pode ter um cérebro único em comparação com a maioria. Um Phd da Universidade de Harvard, Matthew Sachs, realizou um estudo para ver por que algumas pessoas experimentam sensações como arrepios ao ouvirem músicas enquanto outras não.

Publicidade

A pesquisa descobriu que as pessoas que experimentam essas sensações intensas ao ouvir música podem ter uma capacidade aprimorada de experimentar emoções intensas.

Matthew Sachs, examinou as ondas cerebrais de 20 alunos, 10 deles que admitem sentir essas sensações de arrepios ao ouvir músicas e 10 que não sentem isso. Os resultados provaram que há uma diferença entre à estrutura do cérebro.

Tecnicamente

Os participantes que experimentam sensações emocionais em relação à música encontraram um maior volume de fibras conectadas ao seu córtex auditivo e áreas que processam emoções, o que significa que as duas se comunicam de forma mais eficaz.

AllsWalls

“A ideia é que mais fibras e maior eficiência entre duas regiões significa que você tem um processamento mais eficiente entre elas”, disse Sachs à Neuroscience News.

Chittka L, Brockmann

A partir de suas descobertas, Sachs observou que as pessoas que se arrepiam ao ouvir uma música específica são mais propensas a experimentar uma intensidade de emoções aumentada em comparação com outras.

YouTube / Buscador 

O estudo mostra ainda que pode haver respostas emocionais profundamente prazerosas e gratificantes aos estímulos estéticos, como a música e a arte, mas também mostra quão individualizadas essas reações são para todos.

BBC

Estudando psicologia e neurociência no Instituto Cérebro e Criatividade da USC, Sachs está trabalhando em uma série de projetos correlacionando música, emoções e o cérebro.

LinkedIn

Interessante, não?

Que tal contribuir com um ponto? 😉

74 pontos
Upvote Downvote

Total votes: 86

Upvotes: 80

Upvotes percentage: 93.023256%

Downvotes: 6

Downvotes percentage: 6.976744%

Comentários

CONTINUAR LENDO
Publicidade