Um laboratório de químicos descobriu ao acaso um novo pigmento. Depois de ser anunciado como sendo “a criação de um pigmento azul quase perfeito”, neste momento ele já está sendo fabricado. Esta explosão de azul, surgiu quando os cientistas da Universidade do Estado de Oregon (OSU) aqueciam óxido de manganês, juntamente com outros produtos químicos a mais de 1.200° C.

Publicidade

Embora os cientistas estivessem realmente olhando para óxido de manganês e para algumas das suas propriedades eletrônicas, uma de suas reações, inadvertidamente, fez nascer um novo pigmento: o Catchily chamado agora de “YInMn azul.”

“Basicamente, esta foi uma descoberta acidental”, disse o professor Milton Harris de ciências dos materiais no Departamento de Química OSU, em um comunicado. O nosso trabalho não tinha nada a ver com a procura de um pigmento. E ele acrescentou: “Um dia, eu e um estudante de graduação, que também estava trabalhando no projeto fomos recolher as amostras para joga-las em um incinerador. E enquanto estavamos caminhando, o estudante viu um tom de azul muito bonito. Então, percebemos imediatamente que algo surpreendente veio a acontecer.”

O que há de tão especial sobre esse azul?

Este pigmento é muito mais estável quando exposto ao calor. Além disso, ao contrário de pigmentos azuis ou cobalto prussianos, ele não libera cianeto e não é cancerígeno. Além disso as suas propriedades são altamente reflexivas, significa então, que poderia ser usado em tintas que podem ajudar a manter os edifícios mais bonitos quando refletidos a luz.

Fonte: IFLSCIENCE

Que tal contribuir com um ponto? 😉

27 pontos
Upvote Downvote

Total votes: 31

Upvotes: 29

Upvotes percentage: 93.548387%

Downvotes: 2

Downvotes percentage: 6.451613%

Comentários

CONTINUAR LENDO
Publicidade