Publicidade

Quando uma pessoa é traída pelo amado(a), uma dor gigantesca a possui, e no primeiro instante surge um desejo de vingança quase que incontrolável, mas nada justifica o uso da violência para solucionar aquela desilusão, muito menos a morte de uma pessoa. Contudo, em alguns lugares do mundo as coisas não são bem assim, nesses países existem culturas, crenças e leis, que castigam severamente as mulheres que traem seus parceiros.

Publicidade

Sabendo disso, vejam agora os 10 castigos mais cruéis praticados contra mulheres que traíam seus companheiros. Alguns são difíceis de se acreditar.

1- Índia rural

As mulheres que traíam seus parceiros eram submetidas a abusos coletivos por mais de 10 homens de sua própria aldeia. Esse castigo também era aplicado em mulheres casadas que cometessem adultério.

Foto/Reprodução

2- Islã – Rajm

A mulher é enterrada até a altura dos seios, depois disso o marido traído, em companhia de seus familiares, atiravam pedras até que ela morra.

Foto/Reprodução

3- Tailândia antiga

Esse castigo é um dos mais cruéis. A mulher era presa em uma jaula. Depois, traziam um elefante macho para tentar procriar na mesma jaula. A mulher acabava morrendo por abuso por parte do animal.

Foto/Reprodução

4- Mongólia antiga

Caso o homem conseguisse comprovar que sua esposa o havia traído. Ele tinha o direito de parti-la em dois pedaços.

Foto/Reprodução

5- Coreia antiga

Na Coreia do passado eles enchiam o corpo da mulher infiel com vinagre. Quando o corpo inchava, o homem traído a golpeava até a morte.

Foto/Reprodução

6- África antiga

Nessa região tanto a mulher infiel quanto o seu amante eram lançados de uma montanha bem alta.

Foto/Reprodução

7- Islã

Entre os múltiplos castigos que existem no Islã está o de submeter a mulher a 100 chicotadas.

Foto/Reprodução

8- Tribos antigas da Papua Nova Guiné

Nessas tribos antigas, o homem traído podia decapitar o amante de sua esposa, mas antes de fazê-lo, o amante tinha que cortar os dedos da mulher e comê-los.

Foto/Reprodução

9- Antigo Oriente Médio

As mulheres sofriam mutilações em partes sensíveis do corpo como seios e nas partes íntimas, depois disso o marido introduzia chumbo nas suas feridas e também no útero da vítima.

Foto/Reprodução

10- Turquia antiga

Na Turquia tanto o marido traído quanto qualquer pessoa da sua família tinha o direito de apunhalar a mulher adúltera. Só terminando quando a mulher vinha a óbito.

Foto/Reprodução

Lamentável que algumas dessas punições ainda existam.

Publicidade

Leave your vote

20 points
Upvote Downvote

Total votes: 36

Upvotes: 28

Upvotes percentage: 77.777778%

Downvotes: 8

Downvotes percentage: 22.222222%

CONTINUAR LENDO
Publicidade
Carregando...