Publicidade

Os fungos Cordyceps são parasitas assustadores e implacáveis. O tipo mais infame – Ophiocordyceps unilateralis – ataca apenas uma variedade de formiga, aparentemente possuindo-as e fazendo com que elas realizem sua vontade. Esse fungo, se replica rapidamente dentro dos seus hospedeiros, devora o seu cérebro e erupciona novos esporos das cabeças das formigas.

Publicidade

Embora este fungo tenha sido descoberto pela primeira vez em 1859 pelo renomado naturalista Alfred Russel Wallace, ainda não está claro como o fungo realmente comanda as formigas. Mas agora, como revelado nos Procedimentos da Academia Nacional de Ciências, na verdade ele não controla o cérebro da formiga. Em vez disso, ele infesta e passa a possuir seus músculos.

Isso significa que a formiga provavelmente está consciente o tempo todo do que está acontecendo com ela, já que o fungo se infiltra no seu corpo e força-o a subir em uma árvore por exemplo. É como ter todo seu corpo zumbificado, exceto sua cabeça, o que é indiscutivelmente pior e mais assustador do que a zumbificação completa.

Isso significa que muitas cadeias diferentes de O. unilateralis, essa besta fúngica infernal é muito mais complexa do que pensávamos.

Uma equipe de entomologistas, liderada pela Universidade Estadual da Pensilvânia, ficou fascinada por esse hediondo e parasítico fungo. Qualquer coisa que sabe devorar os órgãos não vitais de seu hospedeiro – para mantê-lo vivo o maior tempo possível – é muito perturbador para não lançar alguma ciência.

Então a equipe decidiu espreitar os pobres corpos de zumbis das formigas, assim como o O. unilateral.

Examinando as formigas assim como o fungo que começou a se espalhar violentamente em seus corpos, a equipe usou um microscópio eletrônico de varredura incrivelmente preciso para ver quais células específicas foram infestadas. Com a ajuda de um algoritmo de aprendizagem profunda, eles conseguiram.

“As células fúngicas foram encontradas em todo o corpo do hospedeiro, mas não no seu cérebro, o que implica que o controle comportamental do corpo animal por este micróbio ocorre perifericamente”, explicou a equipe em seu estudo.

Você tem que sentir pena da formiga. Sua única proteção contra esse horror é outro fungo, que parasita O. unilateralis, limitando sua capacidade de reprodução.

Assista ao vídeo para melhor entender:

Fonte: [Pnas]

Publicidade

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

CONTINUAR LENDO
Publicidade
Carregando...