Publicidade

O Planeta Urano aparecerá como um ponto azul-verde “inconfundível” no nosso céu, pois atingirá a oposição este mês, provavelmente tornando-o visível a olho nu, de acordo com a NASA. E neste mês, vamos ter uma série de fenômenos celestes que podem ser vistos a partir do solo, com Vênus, Marte e Saturno também se fazendo aparente, bem como uma chuva de meteoro.

Publicidade

De acordo com a NASA, Urano alcançará sua oposição em 19 de outubro, o que significa que o planeta gelado e o sol ficarão em lados opostos da Terra.

Durante este tempo, Ele será claramente visível no céu noturno, na constelação de Peixes.

“Será visível durante toda a noite e sua cor azul-verde é inconfundível”, de acordo com Jane Houston Jones, do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, Califórnia.

“Será suficientemente brilhante para ser visto a olho nu” completou.

A visão do telescópio espacial Hubble revela que Uranu está rodeado por seus quatro grandes anéis e por 10 dos seus 17 satélites conhecidos

No início do mês, Marte e Vênus serão visíveis, com os dois planetas próximos uns do outro no dia 5. Saturno também aparecerá, acima da lua no dia 23 de outubro e abaixo no dia 24, de acordo com a NASA.

Em 20 de outubro, a chuva de meteoro Orionídias atingirá seu pico.

E, com a “noite escura e sem lua”, cerca de 10-15 meteoros por hora poderão ser visíveis nas horas antes do amanhecer.

Um asteroide do tamanho de uma casa passará ao lado da Terra em 12 de outubro. Foi visto pelos cientistas pela primeira vez em 2017. Tem cerca de 15 a 30 metros de comprimento.

Outra coisa importante, é que na próxima semana, um asteroide passará pela Terra em apenas um oitavo da distância entre o nosso planeta e a Lua. A rocha espacial tem cerca de 15 a 30 metros de comprimento, denominada de asteroide 2012 TC4, passará bem perto de nosso planeta no dia 12 de outubro a uma distância de apenas 43 mil quilômetros acima da superfície – ou, como alguns cientistas colocaram, “muito perto”.

Com esta aproximação, a NASA terá a oportunidade de testar sua rede de observatórios para seu sistema de defesa planetária, caso um asteroide venha atingir a Terra.

Fonte: [DailyMail]

Publicidade

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

CONTINUAR LENDO
Publicidade
Carregando...