Publicidade

Todos sabemos que ser garota nunca é fácil. Seja por pressão de ter uma aparência de certa maneira, agir de certa maneira e ser de certa maneira. Imagine agora quando se tem cabelo facial. Esse é o caso de Supatra Susuphan ou Natty, de Bangkok, na Tailândia. Ela sofre de uma condição genética chamada síndrome de Ambras, também conhecida como “síndrome de lobisomem”, e ter que lidar com a aceitação geral é um de seus grandes desafios.

Publicidade

Sua condição faz com que Natty sofra de crescimento excessivo de cabelo em todo o corpo, incluindo seu rosto. Ela foi coroada “A Menina Mais Cabeluda do Mundo” pelo Guinness World Records em 2010.

No dia em que Natty nasceu, seus pais achavam que teria uma vida de constante bullying e tendo grande dificuldade em viver em sociedade. Claro, é difícil não reparar e observar, mesmo por alguns minutos ou mais. Sua condição é bastante rara, de modo que os médicos não encontraram uma cura para isso.

A depilação a laser foi testada como uma forma de tratamento, mas é incapaz de impedir que o cabelo cresça. E pior: ele cresce de maneira mais grossa e rápida. Mas isso não impediu Supatra de viver sua vida.

Ao invés de se afastar dos olhos do público, ela abraçou sua condição. Embora tenha sofrido muito bullying de pessoas ao redor do mundo, ela ainda continua a ser uma garota forte e resistente.

Quando ela tinha dez anos de idade, ela disse: “Não me sinto diferente de mais ninguém e tenho muitos amigos na escola … ser cabeluda me faz especial”. Ela continuou dizendo “Havia algumas pessoas que me provocavam e me chamavam de cara de macaco, mas não fazem mais”.

O futuro da jovem estava sob grande ameaça. Quando ela nasceu, teve que passar por duas operações apenas para poder respirar. Seu pai observou que a família não estava ciente de que ela sofria de uma condição até ela realmente nascer.

Seu pai continuou: “Ela não era muito saudável porque suas narinas tinham apenas um milímetro de largura. Durante os primeiros três meses, ela foi mantida em uma incubadora para ajudá-la a respirar. Ela ficou no hospital por um total de 10 meses. Estávamos muito preocupados com ela.”

“Quando os vizinhos viram a Natty pela primeira vez, eles perguntaram o tipo de pecado que eu fiz. Eu estava muito preocupado com o que seria dela quando crescesse por causa de outras crianças provocando-a. Ela é o mesmo que qualquer outra garotinha de sua idade. Mas seus dentes crescem devagar e ela não consegue ver muito bem também”.

Assim como qualquer pai, a única esperança de seu pai é que sua filha um dia fique completamente curada de sua condição. Mas faz quase uma década desde que a menina ganhou o título de pessoa mais cabeludo, e as coisas mudaram bastante.

Natty agora tem 17 anos de idade e continua uma adolescente como qualquer outra. Além disso, ela começou a depilar seu rosto e seu corpo, achou o amor de sua vida e seu casou. No, fim, a história de Natty é um bom exemplo de auto aceitação e como podemos quebrar paradigmas sociais.

Fonte: Providr

Leave your vote

3 points
Upvote Downvote

Total votes: 3

Upvotes: 3

Upvotes percentage: 100.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

CONTINUAR LENDO
Publicidade
Carregando...