Publicidade

Quando você pensa em carros voadores, você pode imaginar algo do The Fifth Element ou Harry Potter. Eles podem ter um ar de ficção científica sobre eles, mas, de acordo com Uber, não demorará até se tornarem realidade. Na verdade, eles poderão estar no céu até 2020. Uber anunciou seus planos para introduzir um serviço de carro voador no ano passado.

Publicidade

O novo programa é chamado de “Uber Elevate”.

Jeff Holden, chefe de produtos da Uber, disse ao público na Web Summit, realizada em Portugal, que a empresa irá adicionar Los Angeles à sua lista de cidades cobaia. Lá eles poderiam estar viajando em veículos no estilo helicóptero nos próximos três anos.

“Hoje é uma das cidades mais congestionadas do mundo”, disse Holden. “Essencialmente não possuem infra-estrutura de trânsito em massa. Este tipo de abordagem nos permite implantar de forma muito barata um método de trânsito em massa que realmente não piora o tráfego”.

Então, como esse esquema funcionaria?

Exatamente como você faz ao encomendar um Uber normal, você pediria seu táxi voador no aplicativo Uber. Então você faria o seu caminho até um “skyport” em cima de um prédio próximo.

Ainda parece um pouco exagerado? Bem, existem outras 19 empresas atualmente desenvolvem projetos com carros voadores. “Já existe um grande progresso que tem sido difícil de ver do lado de fora”, disse Holden.

“Foi um processo realmente interessante obter nossos parceiros de fabricação de veículos alinhados com as especificações de desempenho, de modo que eles estão construindo veículos que se alinham com o que precisamos para criar Elevate com sucesso”.

Mas vai ser caro, certo? Holden promete que não será: “Esse não é o MO de Uber”.

“Se estamos fazendo isso, você tem que acreditar que vamos conseguir um preço muito baixo”, disse ele. Barato o suficiente, diz ele, de modo que ainda seja mais barato do que possuir um carro.

Se você ainda se sente cético, Holden assegurou a todos: “Nós estudamos isso com cuidado e acreditamos que ele é escalável”.

“Nós fizemos um trabalho duro para que possamos construir skyports e conseguir o throughput operacional para mover dezenas de milhares de vôos por dia por cidade”.

Holden também anunciou que a Uber juntou-se à NASA para desenvolver um sistema de controle de tráfego aéreo para gerenciar esses táxis (potencialmente autônomos). Os acordos significam que as duas empresas poderão comercializar tecnologia e conhecimento.

Assista:

Só nos resta aguardar e ver se realmente isso se tornará realidade. O que seria maravilhoso, não acham?

Fonte: [The Verge]

Publicidade

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

CONTINUAR LENDO
Publicidade
Carregando...