Publicidade

Sabemos que as visitas que fazemos ao dentista é muito importante para nossa higiene bucal. Mas esses cuidados seriam muito mais fáceis se pudéssemos dar um impulso à higiene ao receber uma vacina capaz de complementar nossa rotina regular de limpeza. Pensando nisso, pesquisadores do Instituto de Virologia de Wuhan (WIOV), ligado à Academia Chinesa de Ciências, estão trabalhando em uma vacina com essa finalidade e seu estudo acaba de ser publicado na Scientific Reports.

Publicidade

Fusão proteica anticáries

Liderados pelo cientista do WIOV, Yan Huimin, os pesquisadores testaram uma fusão de proteínas para prevenir o desenvolvimento de cáries dentárias. Mais conhecida como cavidade dentária, a cárie é causada pela bactéria Streptococcus mutans (ou S. mutans).

Em estudos anteriores, os pesquisadores chineses haviam buscado a proteção contra a cárie pela fusão das proteínas recombinantes PAc (rPAc), da S. mutans, com o C-terminal de proteínas de flagelina recombinante derivadas da E. coli (KF).

Embora seja eficaz na proteção contra a cárie, essa fusão proteica produziu efeitos colaterais indesejados, incluindo possíveis lesões inflamatórias. Na tentativa de reduzi-los, os pesquisadores desenvolveram a KFD2-rPAc, uma segunda geração de sua proteína fundida, a flagellin-rPAc.

Testes científicos

Em testes de laboratório com ratos e camundongos, foi administrado um protótipo de vacina da fusão proteica através das cavidades nasais.

Quando os camundongos sem cáries receberam a vacina, verificou-se uma eficácia profilática de 64,2% . Naqueles ratos que já haviam desenvolvido a cárie, a vacina produziu um efeito terapêutico de 53,9%.

De modo geral, essa proteína mostrou-se capaz de manter o alto nível de proteção da versão original contra a cárie, enquanto acarreta menos efeitos colaterais.

Problema mundial

Segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), as cáries dentárias continuam a ser um grande problema na maioria dos países industrializados, apesar dos recentes avanços em saúde bucal.

Cerca de 60 a 90% das crianças em fase escolar, bem como adultos, sofrem de cáries dentárias. Por esse motivo, claramente, um grande número de pessoas poderia se beneficiar de uma vacina que impedisse sua formação.

No entanto, embora seja um estudo promissor, ainda serão necessários muito mais testes antes que uma versão desta vacina possa estar pronta para experimentos clínicos. Uma vez aperfeiçoada, pode contribuir na melhoria de milhões de pessoas que sofrem de cáries dentárias.

Muitas pessoas tem pavor de injeções.

Pacientes que vivem em regiões onde o acesso a serviços básicos de saúde são limitados ou inexistentes podem se beneficiar ainda mais, pois crianças e adultos desses locais raramente têm a oportunidade de consultar um dentista. E o aumento sempre crescente no consumo de açúcares também torna a proteção contra cáries ainda mais urgente.

Ainda assim, não há substituição para cuidados dentários regulares. Embora essa promissora vacina possa ajudar a manter os dentes saudáveis, ela não vai substituir a escovação nem o fio dental. Então continuem cuidando de seus dentes e sempre vá ao dentista se algo não estiver bem.

Fonte: [WHO e WWOW]

Publicidade

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

CONTINUAR LENDO
Publicidade
Carregando...