Curiosamente, de acordo com a mitologia asteca, os gigantes de Quinametzin povoaram nosso mundo durante a era anterior da chuva e do sol, e diz-se que os gigantes de Quinametzin construíram a antiga cidadela de Teotihuacan (Lugar onde os homens se tornam deuses) e a Grande Pirâmide de Cholula – considerada a maior pirâmide já construída.

Publicidade

Não importa onde nós olharmos, quase todas as culturas antigas falam de lendas antigas que detalham como no passado distante, seres de imensa altura governavam sobre as terras.

Na Odisseia, Homero menciona gigantes que eram uma raça de seres grandes e selvagens governados por Eurimedon, que morava no extremo oeste, na ilha de Thrinacia.

Esses seres foram exterminados pelo próprio Eurimedon devido à sua insolência em relação aos deuses. Homer considerou gigantes, bem como os faiáceos, ciclopes e lestrigons, uma das raças indígenas que (com exceção dos fehacianos) foram destruídas pelos deuses devido à sua insolência autoritária.

Conheça os “Gigantes” de Romita, Guanajuato.

Em 1995, no município mexicano de Romita, localizado no estado de Guanajuato, um professor de artes plásticas e escultura, chamado Tito Serrano, encontrou sete esqueletos enterrados no estilo antigo dos Otomíes e Chichimecas, culturas nativas da região.

Após uma análise exaustiva realizada pelo Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH), determinou-se que os restos tinham proporções anatômicas muito singulares.

Tito Serrano mostra uma foto dos esqueletos, Gigantes de Romita Guanajuato.

Embora o rumor tenha circulado que essas pessoas teriam medido cerca de 2,45 metros, a verdade é que sua altura parece estar na verdade entre 1,90 e 2,10 metros.

Surpreendentemente elevado, considerando que o tamanho dos habitantes do local era de cerca de um metro e meio de altura.

Entre as peculiaridades que também chamaram a atenção dos especialistas, os seus crânios eram como uma lâmpada e com cavidades oculares muito grandes, ao contrário das pessoas comuns.

Além disso, os dedos dos pés eram muito longos e uniformes que chamaram a atenção dos pesquisadores.

Os ossos foram transferidos para o Instituto de Antropologia e História de Guanajuato, onde supostamente permanecem armazenados.

Há testemunhos de vários conquistadores espanhóis, os quais narraram que os astecas acreditavam que suas terras tinham sido habitadas por homens e mulheres que eram extremamente altos, mas todos morreram após uma guerra maciça na região.

Curiosamente, se olharmos o Codex Rios ou o Vaticano A Codex, a tradução italiana de um antigo manuscrito escrito durante a Conquista espanhola, os gigantes habitavam a Mesoamérica.

De acordo com as representações do códice, guerreiros astecas até lutaram contra esses seres gigantes.

Os dez quinametzins são mencionados na antiga mitologia asteca. Dizem que, quando os conquistadores espanhóis vieram para a América, viram, verdadeiros gigantes da carne e sangue.

Fonte: [unionguanajuato]

Que tal contribuir com um ponto? 😉

89 pontos
Upvote Downvote

Total votes: 131

Upvotes: 110

Upvotes percentage: 83.969466%

Downvotes: 21

Downvotes percentage: 16.030534%

Comentários

CONTINUAR LENDO
Publicidade