As coisas mais bizarras encontradas dentro do corpo de seres humanos

0 23

Coisas estranhas encontradas vivendo dentro de corpos humanos parece um tema popular para histórias de terror e várias lendas urbanas, de modo que as pessoas ficam fascinadas por isso. E por mais azarado que alguém seja, já houveram casos reais de pessoas que acabaram com alguns convidados indesejáveis residindo em seus corpos.

Confira a seguir as coisas mais bizarras encontradas dentro do corpo de seres humanos:

10 – Larva de mosca nos olhos

Todo mundo já experimentou uma sensação incômoda de ter um cisco nos olhos. Geralmente, depois de piscar ou chorar, você simplesmente a tira e problema resolvido. Mas o que aconteceu com um garoto de 5 anos em Honduras é muito pior. Um oestridae, uma mosca parasita, não só entrou em seus olhos, mas chegou a colocar ovos. As larvas tiveram que ser removidas cirurgicamente.

9 – Larvas de moscas no ouvido

Um homem na Índia visitou um hospital queixando-se de uma dor no ouvido. Depois que o médico examinou sua orelha, ele encontrou centenas de larvas se alimentando da carne do homem. Se as larvas não tivessem sido removidas, poderiam ter ido em direção ao cérebro do homem, podendo mata-lo.

8 – Enguia na bexiga

As chances de um peixe entrar na genitália de alguém e ir até bexiga são maiores do que você pensa. Em 2011, um homem chinês estava tomando um banho com pequenas enguias como tratamento para retirar a pele morta de seu corpo, mas uma delas resolveu entrar diretamente na bexiga do homem. O mais assustador é que a enguia que entrou na bexiga do homem chinês media 15 cm.

7 – Tênia no intestino

Tênias são criaturas parasitárias frequentemente encontradas nos intestinos humanos, onde podem viver até 25 anos. Em média, as tênias encontradas em seres humanos geralmente possuem vários metros de comprimento, com a mais longa tênia já encontrada dentro de um corpo humano tendo 25 metros de comprimento.

6 – Tênia no cérebro

Encontrar um verme parasita em um corpo humano já é bastante perturbador, mas quando descobrimos que está no interior do cérebro, chegamos até a ter arrepios. E por mais horrível que isso pareça, é exatamente o que aconteceu com um homem chinês de 50 anos. Depois de sofrer fortes dores de cabeça, o homem foi ao hospital onde os médicos descobriram uma espécie rara de tênia conhecida como Spirometra erinaceieuropaei em seu cérebro.

5 – Mariposa e carrapato na orelha

Um homem desconhecido dos EUA teve que lidar com a infeliz coincidência de ter um carrapato e uma mariposa vivos dentro da mesma orelha. Felizmente, seus amigos conseguiram remover as duas criaturas com um par de pinças.

4 – Grilo no ouvido

Um homem não identificado da Índia encontrou um grilo vivo de quase 8 centímetros de comprimento dentro de sua orelha. Dá para imaginar o terror? Os médicos conseguiram remover o grilo com um par de minúsculas pinças.

3 – Aranha no estômago

Depois que o australiano Dylan Maxwell voltou para casa depois de passar as férias na ilha indonésia de Bali, ele encontrou uma estranha cicatriz vermelha que ia do seu umbigo até seu peito. Ele originalmente pensou que algo o havia mordido, mas quando ele foi ao hospital, os médicos descobriram que a cicatriz foi feita por uma pequena aranha tropical que entrou em seu corpo e sobreviveu por vários dias.

2 – Ameba no nariz

Também conhecida pelo assustador apelido de “ameba comedora de cérebros”, a naegleria fowleri é uma forma de vida livre encontrada águas doces quentes, como lagoas, lagos, rios e fontes termais. Nos seres humanos, a ameba entra no sistema nervoso central através do nariz, onde migra para o crânio e eventualmente para o cérebro. Uma vez no cérebro, começa a comer as células cerebrais, causando Meningoencefalite amebiana primária, uma doença com uma taxa de mortalidade superior a 95%.

1 – Seu próprio gêmeo

Provavelmente uma das coisas mais perturbadoras é encontrar dentro do corpo de uma pessoa seu próprio gêmeo vivo. Em junho de 1999, Sanju Bhagat descobriu que o motivo de sua barriga estar com um tamanho anormal não era devido à falta de uma rotina de exercícios, mas sim ao seu gêmeo que vivia como um parasita dentro dele. A operação envolveu a remoção da criatura meio formada que já havia desenvolvido as mãos e os pés.

Fonte: List 25

Receba as nossas postagens por e-mail. É grátis.
Junte-se aos mais de 25.000 outros assinantes
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: