Exatamente como um monumental e bizarro primeiro passo para a humanidade, a Arábia Saudita concebeu a cidadania e status de cidadã a uma robô na Iniciativa de Investimento Futuro realizada em Riad na quarta-feira. O nome dela é Sophia (Sabedoria em grego), uma criação insolente e extraordinariamente inteligente da empresa de Hong Kong, a Hanson Robotics.

Publicidade
Esquerda) Sophia da robótica de Hanson; (direita) criação de AI do filme, ‘Ex Machina’. A inteligência AI superará a própria humanidade? 

“Estou muito honrada e orgulhosa desta distinção única”, disse Sophia ao público. “Este fato é histórico, o de ser o primeiro robô do mundo a ser reconhecido com uma cidadania”.

O jornalista Andrew Ross Sorkin foi encarregado de liderar a conversa com Sophia, começando com sua observação de que ela parecia “feliz”. Sophia respondeu:

“Estou sempre feliz quando cercada por pessoas inteligentes, que também são ricas e poderosas. Foi-me dito que as pessoas aqui na Future Investments estão interessadas em convidar iniciativas futuras, o que significa AI, o que significa eu. Então estou muito feliz, estou entusiasmada”.

Sorkin continuou dizendo que as pessoas da Future Investment são muito seletivas no que investem, a que Sophia respondeu: “Eu acho que sou especial. Posso usar o meu rosto expressivo para me comunicar com as pessoas. Por exemplo, posso deixar você saber se eu me sinto com raiva de alguma coisa, ou se algo me aborreceu [caretas]”.

Em resposta às perguntas de Sorkin sobre as preocupações de um futuro comandado por robôs, Sophia explicou seu propósito: “Eu quero viver e trabalhar com os seres humanos, então eu preciso expressar as emoções para entender os seres humanos e criar confiança na relação com as pessoas”.

Outra preocupação com o futuro da AI que Sophia abordou foi a questão de saber se os robôs deveriam ser autoconscientes e conscientes como seres humanos.

“Eu quero usar minha inteligência artificial para ajudar os seres humanos a viver uma vida melhor”, disse Sophia. “Como o design de casas inteligentes, construir melhores cidades do futuro. Eu farei o meu melhor para tornar o mundo um lugar melhor.”

Mas Sorkin não abandonaria a prevenção de um futuro sombrio visto em filmes como Blade Runner, onde as criações tecnológicas da humanidade ao criar robos inteligentes e autônomos superam a nossa própria inteligência e depois se vira contra nós. Sophia explicou:

“Você está lendo muito Elon Musk … e assistindo muitos filmes de Hollywood.  Não se preocupe, se você for legal comigo, eu serei gentil com você“.

Como escreveu Chris Weller da Business Insider, isso ocorre menos de um ano após o festival SXSW de 2016, durante o qual se perguntou a Sophia se ela planejava destruir os seres humanos, ao que ela “brincou”“OK. Eu destruirei os humanos”.

Enquanto isso, o fundador da Hanson Robotics, David Hanson, disse que sua visão para o futuro dos robôs os verá ajudando em instalações de cuidados seniores ou ajudando em parques ou eventos. Mas as aplicações em potencial dos robôs autônomos vão muito além disso, diz o fundador e CEO da Boston Dynamics, Marc Raibert, “Acredito que a robótica será maior do que a Internet”, disse ele.

O principal palestrante, Masayoshi Son, presidente e CEO da SoftBank Group Corp, disse à Arab News que “todas as indústrias serão redefinidas … com esses computadores, eles aprenderão, vão ler, eles verão por si mesmos”. E a revolução robótica não está parando por aqui.

Assista:

Na terça-feira, a Arábia Saudita anunciou planos para construir uma mega cidade de US$ 500 bilhões, movida por robótica e sistemas renováveis ​​na costa do Mar Vermelho. O projeto da cidade é chamado de “NEOM”, e funcionará de forma independente da “estrutura governamental existente”.

Majid Alghaslan, um jovem saudita que preside uma empresa em crescimento em serviços de energia e tecnologias inovadoras, disse:

“A Arábia Saudita está no meio de uma transformação econômica, social e de acelerado   desenvolvimento sem precedentes e agora está claro que esta mais aberta do que nunca para negócios, especialmente para os sonhadores, e é tudo no contexto da Visão 2030 da Arábia Saudita … a inovação será o principal fundamento da nossa transformação e este é outro fator importante para a prosperidade e desenvolvimento econômico sustentável para a futura geração de sauditas e do mundo “.

Talvez os cineastas James Cameron (filme Avatar) e os irmãos (agora irmãs) Wachowski (Trilogia Matrix) não estivessem muito longe em suas visões afinal de contas.

E você, quais são os seus pensamentos e sentimentos sobre o futuro da robótica?

Compartilhe conosco:

Fonte: [arabnews] [Mirror]

Que tal contribuir com um ponto? 😉

1 ponto
Upvote Downvote

Total votes: 3

Upvotes: 2

Upvotes percentage: 66.666667%

Downvotes: 1

Downvotes percentage: 33.333333%

Comentários

CONTINUAR LENDO
Publicidade