Por mais que algo seja absurdamente triste de se imaginar, existiram, existe e existirão crianças que nasceram com uma personalidades destrutiva, e que desde cedo apresentam comportamento altamente violento. É difícil compreender o que leva essa criança ou adolescente a cometer certos tipos de crimes tão brutais. Mas essa é uma situação real, em que esses indivíduos aparentemente incapazes de cometer atos cruéis, fizeram vítimas que chocaram o mundo.

Publicidade

Muitas dessas crianças acabaram presas e, por causa de seus crimes horrendos, passarão o resto da vida na prisão.

Conheça agora 9 dessas crianças:

1. Joshua Phillips

Ele matou uma menina de 8 anos, que era sua vizinha quando tinha somente 14 anos. Ao notarem que a menina havia sumido, ele chegou a ajudar a polícia a procurá-la. Segundo as informações da polícia, ele e a menina estavam jogando beisebol, quando Maddie atirou a bola para ele e ele rebateu e acabou atingindo o olho da menina, que começou a sangrar.

Ao invés de ajudá-la ele a arrastou para dentro de casa e a estrangulou com um fio de telefone. Ele atingiu novamente a menina com o bastão de beisebol e a colocou embaixo da cama. Sua mãe foi quem encontrou o corpo e chamou a polícia. Ele foi condenado a prisão perpétua. Seus advogados tentam de tudo para que ele seja solto, mas sem sucesso. Hoje ele tem 33 anos e continua preso.

 

2. Jon Venables e Robert Thompson

Os dois cometeram um crime chocante com apenas 10 anos de idade. Eles mataram um menino de apenas 2 anos. Que ainda fora abusado sexual e terminou com a criança partida no meio.

Eles foram condenados a 10 anos de prisão, que é a pena máxima no Reino Unido. Ao serem soltos, em 2001, eles receberam nomes novos.

Jon Venables voltou a ser preso depois por posse de imagens pornográficas infantil e pegou dois anos de prisão. Não se tem mais notícias desde então sobre os assassinos.

3. Natsumi Tsuji

Em 2004 o Japão e o mundo foram aterrorizados por um crime cruel, sangrento e de extrema frieza. Uma menina de apenas 11 anos, tirou a vida de sua amiga de 12 anos, dentro de uma escola. Seu nome foi mantido em segredo no começo, até que um repórter, sem querer, deixou escapar. No dia do crime, a menina usava uma jaqueta da escola de Nevada, e por isso ficou conhecida pelo apelido de Nevada-tan. Ela degolou sua amiga com um estilete. Ao ser presa, ela foi enviada para um hospital psiquiátrico, e ela ficou lá até 2013. Depois disso, ninguém soube mais nada dela.

4. Mary Flora Bell

Ela foi condenada por matar dois meninos. Bell tinha dez anos de idade quando matou Martin Brown de 4 anos e aos onze anos matou Brian Howe de 3 anos. Martin Brown de 4 anos foi jogado do segundo andar de uma casa abandonada. Dois meses depois, Brian Howe foi morto estrangulado e teve perfurações nas coxas e genitais. Bell perfurou a letra “M” em sua barriga.

Condenada ela passou boa parte da vida presa e foi liberada em 1980, aos 23 anos. Ela recebeu nome novo e somente anos depois, em 2007, é que ela deu uma entrevista contando sobre o assassinato das crianças. Atualmente ela tem 60 anos.

5. Jesse Pomeroy

Ele foi considerado a pessoa mais nova a ser condenada por assassinato em primeiro grau da história em Commonwealth, Massachusetts. Ele atacava meninos e os espancava brutalmente com um punho de ferro e um cinto. Ele foi preso quando o corpo de uma garota de dez anos, do sul de Boston, chamada Katie Curran, foi encontrado no porão da loja de roupas da mãe de Pomeroy. Ele havia, anteriormente, sido suspeito de matar uma menina de 4 anos, Horace Millen, que foi encontrada em um pântano, totalmente mutilada. Ele foi condenado aos 16 anos, a prisão perpétua. Ele tentou fugir por 10 vezes, sem sucesso, passou toda sua vida preso e morreu aos 73 anos.

6. Irmãos Beaver

Robert Bever, de 19 anos, e Michael Bever, de 17 anos, foram acusados de assassinato e riram durante o julgamento. Eles mataram seus pais e irmãos, e ainda falaram que tinham intenção de matar mais pessoas. Sua irmã de 13 anos, conseguiu sobreviver e chamou a polícia.

Segundo a detetive Rihanna Russel, eles queriam matar pelo menos 50 pessoas, serem famosos e ter uma página da wikipedia. Eles foram condenados a uma longa pena e, pelo que parece, não receberão uma soltura tão cedo.

7. Cristian Fernandez

Ele foi condenado a 7 anos de prisão por espancar e provocar a morte do irmão caçula, David, de 2 anos. A criança sofreu fratura no crânio, hematomas no olho e sangramento no cérebro. Ele confessou o crime. Cristian será libertado do Departamento de Justiça Juvenil em seu 19º aniversário, em janeiro de 2018 (está pertinho de sair).

8. Jordan Brown

O pequeno menino sorridente, da foto acima, tinha apenas 11 anos quando matou a noiva de seu pai, que estava grávida, com um tiro de espingarda de calibre 20, direto na cabeça. Ele foi condenado a prisão perpetua.

Mas, em 2013, um novo julgamento concedeu liberdade ao menino, e ele então foi solto. Hoje ele tem 20 anos, e tem liberdade condicional até os 21 anos.

9. Graham Young

Desde criança ele já gostava de venenos e, aos 12 anos, já tinha um bom conhecimento de química. Seu pai então lhe deu um kit para jovens cientistas, para incentivar o filho nos estudos. Um dia, ele leu sobre um veneno que era muito difícil de ser detectado. Então ele resolveu testar. Escolheu uma amiguinha como cobaia, mas não conseguiu finalizar, então deu para sua madrasta. Depois que seu experimento deu certo ele não mais parou, continuou testando em outros membros da família.

Devido a seu problema de memória, ele um dia esqueceu alguns de seus experimentos na escola e uma professora ao ver, chamou a polícia. Aos 15 anos ele foi preso e ficou em um hospital psiquiátrico por 9 anos. Quando foi solto, já adulto, ele voltou a matar e novamente foi preso. Só que desta vez, ele recebeu a prisão perpétua.

Histórias bizarras, não?

Que tal contribuir com um ponto? 😉

0 pontos
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários

CONTINUAR LENDO
Publicidade