Invenções têm impulsionado o crescimento econômico e a produtividade desde o início para o homem. Não surpreendentemente, o inventor é, muitas vezes, o próprio verificador inicial de suas criações. E algumas dessas criações representam riscos mortais. Compilamos uma lista de engenheiros e cientistas brilhantes que foram vítimas de suas próprias ideias. Confira a seguir:

Publicidade

7 – Henry Winstanley

Henry Winstanley foi um famoso arquiteto e engenheiro inglês que construiu o primeiro farol de Eddystone. Winstanley desejava testar a força do farol e precisou estar dentro dele durante uma tempestade. O farol entrou em colapso, matando Winstanley e outras cinco pessoas.

6 – Alexander Bogdanov

Alexander Bogdanov foi um notável médico russo, filósofo, economista, escritor de ficção científica e revolucionário. Uma de suas muitas experiências científicas envolveu ideias de possível rejuvenescimento através da transfusão de sangue. Tendo feito transfusões de sangue a muitas pessoas notáveis, incluindo a irmã de Lenin, Bogdanov decidiu dar a si mesmo uma transfusão de sangue de um dos seus pacientes que sofria de malária e tuberculose. Ele morreu pelas infecções pouco depois.

5 – Franz Reichelt

Franz Reichelt foi um alfaiate austríaco famoso por criar um estranho tipo de pára-quedas que ele afirmou poder navegar suavemente acima do chão ou até mesmo voar. Ele conduziu seu experimento do primeiro convés da Torre Eiffel, e em frente de um grupo de espectadores e uma equipe de câmeras e caiu diretamente. Ele morreu imediatamente com o impacto.

4 – William Bullock

William Bullock foi um inventor americano cuja criação foi uma impressora que ajudou a revolucionar a indústria de impressos devido à sua grande velocidade e eficiência. Bullock morreu enquanto tentava reparar uma das suas impressoras, tendo seu pé triturado sob uma das máquinas enquanto tentava colocar um tambor no lugar. Bullock morreu durante a operação para amputar seu pé.

3 – J. G. Parry-Thomas

John Godfrey Parry-Thomas foi um motorista e engenheiro de veículos automotores de corrida. Ele sempre sonhou em quebrar o recorde de velocidade estabelecido por Malcolm Campbell, e começou a criar um carro para atingir sua meta. Ele desenvolveu um carro, chamado Babs, que teve muitas modificações, como cadeias expostas que conectam as rodas aos motores. No dia 27 de abril de 1926, Parry-Thomas quebrou o registro existente, antes de passar dos 273 km/h no dia seguinte. O recorde durou um ano, antes de Malcolm Campbell quebrá-lo em 1927. Ao tentar recuperar seu recorde, uma das correntes saiu e voou no seu pescoço, decapitando-o parcialmente. Ele morreu instantaneamente.

2 – Thomas Midgley Jr.

Thomas Midgley era um químico americano que inventou a gasolina com chumbo e CFCs. Embora tenha sido elogiado durante sua época, ele passou a ser conhecido como tendo causado “mais impacto na atmosfera do que qualquer outro organismo único na história da Terra” e “o único humano responsável por mais mortes do que qualquer outro na história” devido às suas invenções. Ele acabou sendo envenenado por chumbo, o que o deixou incapacitado em sua cama. Isso o levou a criar um sistema elaborado de polias e cordas para se levantar da cama. Ele morreu aos 55 anos depois de ser estrangulado por uma das suas polias, além de suas outras invenções terem contribuído para a morte dele.

1 – Marie Curie

Marie Curie foi uma física e química francesa-polonesa famosa por descobrir uma série de novos elementos, incluindo o rádio e o polônio, bem como a teoria da radioatividade e o isolamento de isótopos radioativos. Ela foi a vencedora do Prêmio Nobel em 1903 (junto com o marido, Pierre). Ela morreu em 4 de julho de 1934, por anemia aplástica, quase certamente contraída pela exposição à radiação.

Fonte: ListVerse

Que tal contribuir com um ponto? 😉

32 pontos
Upvote Downvote

Total votes: 86

Upvotes: 59

Upvotes percentage: 68.604651%

Downvotes: 27

Downvotes percentage: 31.395349%

Comentários

CONTINUAR LENDO
Publicidade